Titularidade de Fabíola sugere merecimento

Na semana passada, o nosso querido blogueiro Bruno Voloch publicou um post polêmico sugerindo que a titularidade da Fabíola era resultado de um apadrinhamento na seleção. Além disso, passou as últimas semanas malhando a mencionada levantadora.

Vamos começar do começo.

Quando a Fofão saiu, quatro nomes eram frequentemente citados como prováveis candidatos à posição: Dani Lins, Ana Tiemi, Fabíola e Fernandinha. Como se pode ver, sendo ou não titular de uma forte equipe, cobiçada ou não por importantes clubes, a Fabíola sempre esteve cogitada para a posição.

******************

O Zé disse que iria testar todas as candidatas. A Fabíola, assim como Tiemi e Lins, teve a sua oportunidade. Me parece óbvio que se o Zé não estava satisfeito com a Lins – e a torcida concordava – ele deveria tentar outra possibilidade. Podemos questionar se demorou ou não para fazer isso, mas não recriminá-lo por dar chance às outras.

Neste ano ele abriu mão da Tiemi e é bastante compreensível. Ela cometeu, pela décima vez, o gravíssimo erro de não buscar a titularidade em outro time. Ela correu o risco de ficar no Osasco disputando vaga com a Carol e, o pior de tudo, acabou como reserva. Como se pode convocar para seleção alguém reserva da Carol? Podem dizer que ela é uma jovem promessa, uma aposta pro futuro. Pra mim, isso ela era há 4 anos. Hoje ela já deveria estar no comando de uma equipe e estaria anos-luz à frente (com o perdão do exagero) das suas concorrentes.

********************

No final, a Fabíola foi bem no Grand Prix e convenceu a comissão técnica. Ela é muito melhor que a Lins? Não. A diferença entre as duas não é tão grande assim. Mas passa longe de ser um absurdo, como tentou pintar o Voloch, ela ser a titular.

Se a Fabíola é apadrinhada – como afirma a misteriosa e "bem intencionada" fonte do Voloch – por que não foi chamada para as competições ano passado? Por que deixá-la assumir a posição somente agora?

Ao contrário do que ele pensa, a Dani não é nenhuma Venturini boicotada e renegada ao banco e tampouco a Fabíola é uma Sheshenina alçada do nada à titularidade.

E acredito sim que a Fabíola foi, do ano passado até agora, a melhor levantadora que tivemos. Não acho que ela seja a solução de todos os nossos problemas nem sou capaz de vestir uma camiseta escrita “100% Fabíola”. Mas a titularidade que conquistou foi claramente justa e merecida.

Comentários

Anônimo disse…
bADOREI O TÍTULO DO POST, ASSIM COMO ESTE EM SI!
Concordo com tudo. Não é que a Fabíola seja melhor que a Lins, o fato é que ela está se saindo melhor e com isso, como o ZR disse, fica um degrauzinho acima da Lins. Acho que isso é bom, quem sabe a Dani não começa a correr atrás e aí teremos um boa briga pela posição. Bom, os amantes do vôlei agradeceriam (:
Anônimo disse…
Considerando que este foi o seu primeiro campeonato, que não tem nenhum suporte imediato de entrosamento para bolas de segurança com companheiras do seu clube Pinheiros, principalmente nas bolas de meio, pois tanto a Thaisa quanto a Fabiana jogaram com a Dani Lins no Rio por várias temporadas, essa última desde as categorias de base na seleção juvenil; que não temos mais aqueles CONSTANTES problemas com a altura das bolas de ponta e saída, que a seleção voltou a fazer lindas bolas de fundo e fundo meio como há muito tempo não se via; que várias vezes tem proporcionado as nossas jogadoras atacarem bolas com bloqueio simples ou quebrado; que ela tem um bom bloqueio, boa defesa, EXCELENTE cobertura, o que tem proporcionado bastante contra ataque para nosso time, que é nítida a satisfação das nossas jogadoras com os levantamentos e muitas jogadas ousadas...eu, atualmente, prefiro e aposto na Fabíola.
Quando penso que a Japa nos fez perder mais tempo do que podíamos com o seu comodismo... A Fabíola já poderia ter adquirido mais entrosamento, ritmo e a famosa “rodagem” e poderíamos ter essas duas disputando a vaga há mais tempo.

Precisa de uns ajustes, mas pelo Gran Prix que a Fabíola fez, acho que essa sim, é só questão de tempo. Sinto o time mais à vontade com ela.

Sem contar que a Dani Lins precisa resolver esse problema de controle emocional, pois uma levantadora que desde início da carreira, lá no Osasco, treina com os dois melhores técnicos do mundo, ora no time ora na seleção, não deveria ter mais essas deficiências técnicas toda.

Sem contar que não foi por falta de oportunidade.

Mas, contanto que o Brasil ganhe, que qualquer uma jogue e arrebente. Ouvirei com muito gosto um xiiiiiiiiiiiiii bem grande delas para as câmeras, principalmente da Dani.


mgr300607
Anônimo disse…
Pelo amor de Deus, qualquer leigo que enxergue, no sentido literal da palavra mesmo, está vendo que a Fabíola está melhor que a Dani Lins e que a Seleção tem jogado muito melhor com ela. Pode mesmo não ser a melhor levantadora, mas que ATUALMENTE está melhor, isso é inegável.
Com padrinho ou sem padrinho, a Fabíola demonstra que é a nossa melhor opção. Isso é fato. Se o Paulo Coco influencia o Zé a escalá-la como titular, o que acho meio difícil, ela está fazendo por merecer dentro de quadra. E essa história de que com a reserva perderemos a Dani Lins devido à desmotivação, para mim, seria um motivo para evidenciar que ela não mereceria estar lá. Se tem talento e quer ser titular da seleção campeã olímpica, mostre que merece, que o técnico fez a opção errada, treine e tome o “seu” lugar de volta.
Enfim, se a Dani Lins estiver melhor em menos de cinqüenta dias no mundial, que jogue.
Eu quero é meu Brasil campeão.
Anônimo disse…
Continuando...

Quem será essa suposta jogadora "boazinha"?


mgr300607
Anônimo disse…
Essa história de apadrinhamento é pura fofoca, coisa de gente pequena, invejosa. O passaporte pra Seleção começou quando jogou na Seleção B, e foi campeã campeã do do Final Four. Sua boa apresentação a credenciou à receber uma oportunidade na Seleção A, Fabíola muito esforçada conseguiu vaga de titular por mérito próprio, como disse o Zé, vai em todas as bolas, chega de toque, é visível sua concentração e seriedade na hora q esta jogando, sabe da sua responsabilidade e tem consciência da importância da oportunidade que conseguiu, jogou bem o GP, agora, mais entrosada com as jogadoras da SB, vai crescer, e a qualidade que a Fofão sempre enalteceu nas levantadoras, a CRIATIVIDADE, vai poder surgir com o tempo.
Anônimo disse…
^
Exatamente.
Assim como a Garay q começou na Seleção B com uma boa apresentação, hj teve sua merecida convocação.
Anônimo disse…
705 days to go
Anônimo disse…
Assim como Regiane ficou de fora, se apresentou mal no Final Four. Paulo Coco é técnico da sel B, e assistente tec do Zé na Sel A, atua no Brasil, tem visão, fatos e provas que o Zé pode avaliar e considerar com autoridade.
Anônimo disse…
Pinheiros 3 x VF 1
a CBV não escreve uma linha do paulista, em compensação sobre vôlei de praia (boring..) é a metade das matérias.

45 erros de saques numa partida, mostra nível técnico baixo das duas equipes.

Tandara por enquanto só força, tem muito q melhorar na parte técnica.

Soninha voltou afrontosa.

VF na SL não vai ter banco de reserva, mas jogaram com bom sistema defensivo .
Anônimo disse…
TORCENDO PRA PAULA MOSTRAR SUA FORÇA NO MUNDIAL... JÁ MARI FOI DESAFIADA PRA UMA "RAXA" EM CADEIRA DE RODAS COM O BERNARDINHO E MANDOU UM: "MELHOR NÃO... SENÃO EU GANHO E VAI FICAR FEIO PRA VC", RSRSRS... DÁ-LHE, MARI!!!
Anônimo disse…
Amistosos
SÁBADO (25.09) e no DOMINGO (26.09), Brasil e Estados Unidos Sportv 21:30.

Logan Tom não vem, mas Metcalf sim.
Anônimo disse…
Sobre a altura das jogadoras temos que reconhecer que faz diferença sim. Até as meninas de Atlanta falam que se na época delas o Brasil tivesse meios altas com Fabiana e Thaísa as coisas poderiam ser diferentes. Mas tudo bem quanto a isto porque a seleção atual é alta e como são novas dará tempo da geração infanto juvenil que é altíssima chegar. Ponteiras e meios de ótimo biótipo. Lembrando que sobre as categorias de base campeãs mundiais, a de 2001 foi a que nos deu + frutos: PP4, Jaque, Sassá, Fabíola, e the best Sheilla (Maria foi cortada da lista final). A de 2003 nos deu Lins e Joycinha, e Fabiana a de 2005 nada menos que Thaisa e também Adenízia, Garay (e as que não que vingaram Regiane, Suele e Tiemi), a de 2007 apenas Natália prestava, (Tandara não mostrou nada ainda), a de 2009 nos dará Roberta (Ivna depois da cirurgia não deve ser a mesma promissora de antes), a de 2011 falam muito da Bia, mas não acredito, as ponteiras são baixas, mas que fotam campeãs sulamericas infanto com o Rizola e que vão ao mundial juvenil em 2013, é que devemos ver na seleção em alguns anos, tem jogos delas no youtube média de altura excelente. É torcer.
Anônimo disse…
pp4 um pé fora do Mundial,
faltando 1 mês, e sem treinar com bola, ressonancia revela não cicatrização total.
1 - O jeito é treinar Ade de ponta e meio, fazendo uma nova versão da Valeskinha.
2- Ou chamar Regiane.
Anônimo disse…
Calderón volta p/ sel.cubana p/ Mundial.
Anônimo disse…
Acho que quem falou isso da Fabiola nao sabe nada da historia do Brasil e da historia dela, ela defendeu as seleções de base do Brasil por muitos anos, como ponta e depois como levantadora (e mudar de uma posição para outra nao é fácil, ainda mais levantadora). Falar que ela ta sendo "ajudada" é muita injustiça para alguém que rala ha muitos anos no cenário mundial. e "Pelo amor de Deus, qualquer leigo que enxergue, no sentido literal da palavra mesmo, está vendo que a Fabíola está melhor que a Dani Lins e que a Seleção tem jogado muito melhor com ela. " (2)
Prefiro mil vezes a seleção com ela na mao. Dani lins teve a sua chance e o que fez?
Anônimo disse…
Acho que a Fabiola e uma levantadora nata, como a Dani lins.
Eu adoro as duas levantando, e elas tem formas diferentes de jogar, Fabiola e uma jogadora rapida conciente tem personalidade entra em todas as bola de toque mesmo que elas estejam molhadas ou baixas e raramente comete dois toques. O problema da Dani Lins e essa falta de personalidae nessas bolas e ela tem que ser mais rapida pra cehgar na bola inteira como a Fabiola, e a Dani as vezes erra muito entao e melhor aquela que levanta e erra pouco por isso Fabiola e titular por enquanto.
Amo as duas e quem tiver melhor no dia pra jogar acho que merece ser titular!