Os Primeiros Passos da Seleção

O Brasil venceu os 4 amistosos que disputou contra o Japão durante a última semana. Pude assistir dois deles, transmitidos pelo Sportv, mas não com a devida atenção, confesso. De qualquer maneira, vou registrar algumas observações:

- A Natália entrou bem toda vez que foi chamada. Acho que ela dará trabalho para as titulares.


- O Brasil teve boa atuação no bloqueio, principalmente a Adenízia.


- Gostei da combinação que o Zé fez colocando Brait e Fabi juntas em alguns momentos no fundo de quadra. É uma opção que pode ser muito útil daqui por diante.


- Gosto das várias opções que o Zé tem para formar esta equipe. Dependendo do adversário e da necessidade, ele pode escolher se quer mais força de ataque ou mais técnica ou melhor presença de bloqueio. Enfim, acho que o elenco, em termos de atacantes, está bem rico.


Quem assistiu aos jogos e tem mais observações a fazer, por favor, deixe um comentário!


*****************

E o Brasil que está fora do Grand Prix de 2011? A seleção juvenil representava o Brasil na Copa Panamericana, classificatória para o GP, e não foi bem.

O Zé Roberto vai ficar perdido em julho/agosto do ano que vem. Vai ter que apelar pra uma jornada de amistosos para compensar o vazio.


O Brasil não vai disputar o GP pela segunda vez (a primeira foi em 1997). Pelo menos poupa a delegação das indiadas típicas do torneio. E poupa os torcedores de levantar de madrugada para ver os jogos da seleção. Mas cá entre nós, um ano sem Grand Prix vai ser estranho.

Comentários

Debora disse…
Concordo com todas as suas observações...foram bem pertinentes na verdade!

A atuação da Nathália me chamou atenção n p ela ter entrado bem e ter correspondido a altura(principalmente no bloqueio q era o fundamento q ela ia mau em relação ao ataque e ao saque se observarmos q ela é oposta de origem e n ponteira),mas p ela ter mostrado p Zé q ela sim deve ser a substituta da Sheilla e n a Joycinha.N tenho nada contra a Joyce,é uma boa jogadora e merece estar na seleção,mas a Nathália é simplesmente expetacular e n seria o fim do mundo se a Joyce fosse novamente cortada.

Outra coisa q me chamou a atenção foi a Adenízia ter mostrado q pode sim ficar nessa seleção,se a Gattaz n abrir os olhos ela vai acabar sedendo seu lugar p nova meio-de-rede!Bloqueia DEMAIS e sai na frente da Gattaz pq tem um ataque mais forte.

Thaisa voltou a jogar bem,com a agressividade q é peculiar da sua personalidade e com a concentração de antes...isso refletiu no jogo dela.Bloquiou bem,atacou bem,defendeu bem,sacou bem.Gostei de ver a velha Thaisa em quadra(impressionante a diferença em relação a SL,acho q o Luizomar n sabe tirar o melhor de suas jogadoras,a Thaisa é um exemplo disso).

Fabizinha me preocupou um pouco,pode ser pq está sem ritmo e pq a linha de recepção é diferente da do time,mas ela n foi bem n.Se compararmos a Fabi de antes e essa q vimos nos amistosos são duas pessoas diferentes.Errou e quinou bastante.

Sheilla me deixou com uma interrogação na cabeça.N sei se é pq a Dani n a acionou mto nos jogos,mas ela tb me pareceu sem ritmo.Irregular seria a palavra correta.Pra nós q estamos acostumados c a sua regularidade,fica estranho vê-la errando tempo/posicionamento no bloqueio,p exemplo.pode ser p causa do ombro q parece q n tá dos melhores e tá encomodando,ou pq ainda n encontrou o melhor entrosamento com a Dani e com as meios-de-rede.Enfim,tem q melhorar.

Brait e Fabizinha são uma excelente idéia.Ainda n tá fino o entrosamento,mas se a aposta do Zé der certo como se espera é ótimo p qdo precisarmos reforçar o passe a defesa.E o bom é q ela entra no saque(flutuante),assim dá p aproveitar os três posicionamentos no fundo da quadra.A Sassá é a mesmo coisa,mas o saque é viagem.Se o Zé n quiser forçar o saque,mas quiser reforçar a defesa e o passe ele põe a Brait e n precisa tirar uma ponteira p isso,pode trocar c a meio.ÓTIMO!

Dani Lins mostra q o seu problema continua o mesmo.DISTRIBUIÇÃO...E ela precisa acertar as combinações de jogadas o qnt antes.É entrosamento mesmo...precisa melhorar.

Passe pra variar precisa melhorar.E MTO.Se Fabi e Jaque n foram bem imagina o resto.Mari se salvou pq como nunca foi exímia no fundamento ficou a mesma coisa q sempre foi.N melhorou,mas tb n piorou.Se ela conseguir passar tão bem qnt em 2008 seria o ideal.

Gostei tb da Fabíola.Quero deixar claro q p mim a Tieme é a q tem mais características de levantadora(se ela se dedicasse e aprimorasse seus defeitos ela seria a titular,mas ela me parece mto acomodada.Se ela n quiser então n adianta nada insistir),mas se o Zé for seguir seu critério ao pé da letra então a Japa vai ser cortada.Podia ter ido p VF e n quiz,acho q foi um erro grave.Fabíola pode fazer as inversões sim...ela distribui bem e me pareceu determinada a ficar.Tieme jogou o 3° jogo e pelo q ouvi n foi TAAAAAAAAAAAAAAO bem assim.A Fabíola entrou e correspondeu tds as vezes...executou levantamentos difíceis e jogou com as jogadoras de as posições da quadra(saída,entrada,meio e fundo meio)...mostrou q dá conta.

Em relação as ponteiras acho q de titular mesmo só a Mari p enquanto.Incrível como ela é segura jogando com a camisa da seleção...a outra vaga fica entra Jaqueline e Paula.Se a Jaqueline manter a atuação da SL ela é quem fica.
Wilson Quatrochi Junior disse…
Sinceramente, nao gosto do estilo da Dani Lins: acho-a insegura e... sei lá... infelizmente, a Tiemi bobeou eu nao sair do Osasco e se consagrar como levantadora titular de outra equipe, mesmo menor, só assim para "rodar" e se aperfeiçoar.
Anônimo disse…
Ano que vem tem Pan Americano e Copa do Mundo.

Esse último um título que também não temos (a maioria n lembra).

Acho que deveria ter mandado pelo menos a Militar ou a B, que pelo visto ficará na promessa.

Seria uma forma de muita jogadora boa, que n tem chance na principal, nos representar e quem sabe muito bem.

Deve ter sido opção n classificar mesmo, para dar prioridade aos campeonatos citados, além do que seria necessário bancar ($) a prometida seleção B.
Anônimo disse…
Será q não da pra rolar uma Wild Card p/ o Brasil pode ir ao GP 2011? Q zebra!
Senão, o jeito é ir jogar lá no teto baixo do torneio de Montreux ano q vem p/ nao perder rítmo de jogo.
Anônimo disse…
As jogadoras devem ter ficado feliz em não disputar o GP. Aliás, servir quase sete meses à seleção deve ser chaaaato. Podiam, nesse ano, por exemplo, ter dado férias maiores as jogadoras. Qual a necessidade de estar treinando desde o fim da Superliga? Enfim.

Gostei de Mari e Jaque. Acho essa dupla a melhor opção por hora. But... ainda acho que Paulinha irá tomar o lugar da pokahontas.

E as lesões em?! Fabiana, Sheilla... éo que eu digo: EXCESSO!

Marcela.
LaCauda disse…
O primeiro semestre de 2011 do Brasil vai ser bem vazio. Acho q no fim vamos ter q ir disputar a Copa Panamericana, essa q é classificatória pro GP. O Panamericano é só em outubro.

Q eu saiba não existe convidado no GP. Se não, era certo q o Brasil ia!

Tb notei a Sheilla bem apagadinha. Rola um desentrosamento com a Dani e realmente o problema no ombro pode tá atrapalhando.

Debora e Wilson, nem me falem da Tiemi! Me irrito mt com ela não sair do Osasco e procurar ser titular em outro time! E tb gostaria de ver a Fabiola jogar mais vezes na seleção.
Anônimo disse…
Brasil tb ñ participou do GPrix em 1997. Opção do Bernardo na época. Poxa, ficaremos de molho ano q vem, rs.
LaCauda disse…
É verdade! Vou corrigir. É a primeira vez q o Brasil não se classifica. Valeu!
Anônimo disse…
O problema da Sheilla é o braço, tanto que ela nem ia jogar a última partida. Talvez até tenha sido por isso que a Lins levantou tão poucas bolas pra ela. Melhor mesmo curar bem essa bursite, vamos precisar muito dela é no Mundial, esses amistosos só servem pra começar a aquecer o time, não merecem sacrifícios que possam acarretar contusões mais sérias.
Anônimo disse…
Não é bem assim, GP rola uma graninha boa sim, fora q sempre existe premiações individuais, sem contar um sorteiozinho de miss simpatia q geralmente Sheilla ou Paula, as queridinhas das asiáticas sempre concorrem.

Olha a Fabíola tem horas q da um desespero nela, q levanta bola de qqr jeito, ainda sou mais a Tiemi.