As Primeiras Impressões

O Brasil não estava lá, mas a final do Montreux 2010 deu gosto de se ver. China e EUA fizeram uma partida muito boa, bem jogada e disputada. Jogo “limpo”, de poucos erros.

Gostei da atuação das duas levantadoras. A chinesa Wei era a reserva da Feng na Olimpíadas e desde o ano passado é a titular do time. Já a norte-americana Spicer me parece melhor do que a Thompson, titular durante o ano passado. O problema dos EUA na questão das levantadoras continua sendo a altura. Spicer tem 1,75 e Thompson 1,70.

Mas tanto Wei como a Spicer mostraram habilidade e exploraram bastante as jogadas de velocidade. Também senti nelas uma coisa que falta às nossas levantadoras: personalidade. Ela deram cara ao seus times e os tinham sob controle.

***************

A fase final do Montreux não mostrou nenhuma novidade em relação às equipes. Tivemos destaques individuais como a Hodges e a Barboza dos EUA, a Chen e a Hui da China, a Goncharova e a Kosheleva da Rússia.

Mas as seleções mantêm as mesmas características. A Rússia continua com aquela velha dificuldade no passe, utlizando sempre as bolas nas pontas e com bloqueio forte. Cuba é a instabilidade em time e erra demais.

A China tem um time bem ajeitado, não tão veloz como antes, mas com boas atacantes centrais. Os EUA também é bem organizado e apesar de não ter vencido o Montreux, foi a equipe que mais gostei de ver jogar.

****************

Os EUA não possuem nada de extraordinário, mas sempre são regulares. Tem um ótimo técnico, bom sistema defensivo e boa levantadora. É um time jovem ainda, mas dependendo dos reforços que virão para as próximas competições, pode ganhar experiência e se fortalecer.

É favorito a algum título? A princípio não. Mas vai dar trabalho. Como fez em Pequim, pode passar despercebido, só explorando as fraquezas adversárias e, quando se vê, estão lá os EUA na final.

Comentários

Anônimo disse…
Até a Barboza ataca pela saída, Paula Pequeno.
Anônimo disse…
La Cauda

O destaque do Montreux p/ mim foi a Hodges(18) dos EUA, a mulher é a Calderon versão americana, e sem dúvida é a atacante de segurança e a melhor do time. EUA perdeu pra Cuba porque não conseguia bloquear, e quase todas as bolas no momento decisivo só íam pra ela.
A Barboza ta jogando melhor q no GP, mas alguém precisa dizer pra ela q não precisa ficar sorrindo o tempo todo.

Cuba continua com ataque e saque potente mas sem destaques individuais, a Carcaces é das antigas mas não impressiona tanto, o passe continua sofrível e o bloqueio não mete mais medo.

Rússia, a levantadora Startseva(13)é mais habilidosa q as outras(não é tão difícil né?), mas odeio levantadora q levanta certo, mas pra pessoa errada, no momento errado, a Kosheleva joga muito mais q a Goranchova, mas ela sem variação só levantava pra Gora, que além de errar, é outra q quase não vibra.....

O pior da Rússia é o técnico, não é porque ele é velhinho, mas pq ele parece q ta gaga mesmo.

Rússia perder pra China já é uma síndrome.

EUA perdendo pra China na final, achei q qualquer uma das duas podería levar o título.

Agora como q Cuba consegue vencer a China?

Porque Cuba é o time q joga com o SAQUE mais forçado, quebrando as bolas de velocidade, arma principal da China.

Agora o narrador e o Carlão no vôlei feminino sem comentários..
Câmera dando close de 1 minuto na Flier e ninguém sabía dizer quem era :(
Anônimo disse…
correção parágrafo 2, Cuba perdeu pros EUA pq não conseguiu parar a Hodges.
Anônimo disse…
outras observaçoes:

Gamova esnobando o Montreux assistindo sua equipe ser derrotada sentadinha lá na arquibancada.

Regla Torres assistente técnica só na canetinha, a informática ainda não chegou a Cuba?

Alguém não reclama com os dirigentes do torneio, o TETO BAIXO do ginásio do Montreux? Muitas vezes se perde uma defesa pq a bola bate no teto e o time perde o ponto, Rússia foi muito prejudicada por essa falha.

EUA com muito volume de jogo.

Esse técnico múmia antipático da Holanda tem q vazar gente.. o q eh isso?

Cubana continuam afrontosas na rede como sempre adorooo...
Anônimo disse…
Concordo com vc em relação ao time dos Eua. Sempre regular e com boa tática. Gosto muito da Barboza e da Spicer. Espero que dê trabalho mesmo às outras equipes. ( não pro Brasil, claro.)
Anônimo disse…
Ridículo mesmo. Deveria ser proibido narrar ou comentar sem pesquisar/estudar como anda o esporte e no mínimo seus principais atletas.
Anônimo disse…
VALESKINHA NO UNILEVER!!!! "O GATO SUBIU NO TELHADO!" Osasco campeão novamente!
Anônimo disse…
Unilever pobrinho o passe dela deve ter sido uma pechincha..
Debora disse…
N gostei da Valeskinha na Unilever n.Espero que o Unilever traga outra central...a Valeskinha é baixa e só ataca na velocidade...qdo for rede de 2 vai ser tenso de passar a bola...
Poderia ter renovado c a Gattaz,mas já que n fez q pelo menos traga uma central alta e q n dependa tanto de velocidade pra atacar!
Jucy e Valeskinha na rede é quase a mesma coisa.