Post Superficial

Em primeiro lugar, quero agradecer ao pessoal que comentou o jogo do São Caetano 1 x 3 Osasco. Valeu JP, Eduardo, Mário e Anônimos! ;)

Em segundo, quero agradecer ao Sportv por interromper a trasnmissão no meio do jogo entre Unilever e Macaé. Na hora que eu ia me sentar pra ver, acabou. Valeu!

*****************


Pelos comentários e pela descrição do jogo, deu pra notar que se pode ter esperança com o time do São Caetano. As centrais fizeram bem o seu papel e tomara continuem assim. Se a Mari "entrar no clima" a equipe ganha outra força - e as partidas também.

Agora é Osasco e Pinheiros. Tenho boas expectativas com esta final. Vi uma parte do jogo entre Pinheiros e Vôlei Futuro e gostei da atuação da Fabíola. O Osasco preocupa com esta ultradepedência da Natália, mas tem um elenco no qual as individualidades podem fazer a diferença.


*****************


Mundial 2014

Finalmente! Em 2014 não precisaremos acordar de madrugada para assistir aos jogos da seleção no Mundial! Isto porque a Itália sediará o campeonato.

Pergunta: será que pela força do hábito não vão botar o Japão como cabeça-de-chave de um grupo? E se não se classificar, vão convidá-lo pelos "serviços prestados" ao vôlei?

Comentários

Anônimo disse…
O ruim do Mundial ser na Itália é que a Globo não mostrará, provavelmente. Esse tipo de campeonato é aquele que as pessoas não fanáticas procuram ver, pois são os mais importantes. Enfim, essas pessoas não verão. Mas nós, fanáticos assumidos, que acordamos s qualquer hora para ver o Brasil contra os mais variados países, agradecemos o Mundial ser realizado em um país que tem uma seleção fortíssima e uma torcida apaixonada. Eu sonho com um Mundial aqui no Brasil, com GP já foi demais, imagine um Mundial? Sonho...

A festa de apresentação da Superliga é amanhã, não é? Preparem-se para ver o sensacionalismo da Globo com o Pinheiros/Sky. Quando lançaram a tabela o globo.com estampou "Giba, Marcelinho, Rodrição e Gustavo estreiam contra..." E deram uma notinha para o atual campeão Unilever, só. Onde estão São Caetano, Osasco, CIMED...? Babação ridícula da platinada. Odeio cada dia mais.
Anônimo disse…
Salários da Superliga masculina e feminina. TOPs.

Giba: 120 mil reais, fora o dinheiro que ganha da Olympikus e do BB como garoto propaganda.

Sheilla: 110 mil reais. Pagos, integralmente, pelo patrocinador de sua equipe, a farmacêutica Blausiegel.

Marianne: 100 mil reias. Blausiegel.

Gustavo: 80 mil reais. Sky.

Fabiana Claudino: 80 mil reais. Unilever.

Fofão: 80 mil reais. Blausiegel.

Thaísa: 60 mil reais. Nestlé.

Jaqueline: 60 mil reais. Nestlé. Bônus por ser Olympikus.

Sérgio: 60 mil reais. Santander. Bônus por ser Olympikus.

Sassá: 60 mil reais. Nestlé.

Fabi: 60 mil reais. Unilever.

Marcelinho: 50 mil reais. Sky.

Rodrigão: 50 mil reais. Sky.

Andre N.: 50 mil reais. Vivo.

Anfre Heller: 50 mil reais. Vivo.

Murilo Endres: 50 mil reais. Sesi/FIESP.

Bruno Rezende(Olympikus), Tiago Alves, Lucas, Mário Junior, Eder... ganham menos de 30 mil e um bônus por produtividade/títulos da farmacêutica CIMED.
Anônimo disse…
^^^^^^^^^
ei, qual a sua fonte????
Anônimo disse…
Ahhhhhhh... para Lacauda, se o Osasco tem ultra dependencia da Natalia, o Sanca tem da Sheilla, o Unilever da Fabina. e aí???
Anônimo disse…
Eu tenho pena dos pais e das mães dos torcedores do Osasco! Tadinhos educar os filhos para vir a vergonha que eles são.
Assistir a torcida do Osasco é momento vergonha alheia.
Mas faz parte, o Vôlei também tem seu submundo.
Anônimo disse…
Esses numeros salariais ai são por mes? Se for, vou colocar a molecada na escolinha de volei amanha mesmo!! kkkk
Anônimo disse…
São por mês, elas não ganhariam isso em um ano!!!
Anônimo disse…
Pelo jeito esse valores procedem, não sei se todos. Lembrei de uma matéria que li e procurei sobre os salários do Pinheiros. Giba ganha 120 mil mesmo.

http://vejasaopaulo.abril.com.br/revista/vejasp/edicoes/2119/estrelas-pinheiros-479956.html

Já os salários da Blausiegel são muito inflacionados. As jogadoras da seleção ganham uma fortuna, as outras nem tanto. Temporada passada eles, a Blausiegel, investiram 3 milhões só em cotas de patrocínio a televisão. Com o time mesmo quase 5 milhões. Essa matéria é da temporada passada. Esse ano, segundo o CEO da empresa o investimento aumentou mais de 30%, ou seja, muita grana rolando. O Bradesco também pagava muito, não sei a Nestlé manteve os salários.

http://maquinadoesporte.uol.com.br/v2/entrevistas.asp?id=118
Anônimo disse…
A torcida do Osasco é uma vergonha.

A Sportv ontem nem passava perto e até tentava tirar o audio.
Anônimo disse…
Os torcedores de Osasco, infelizmente há generalização, já que iremos ficar o tempo todo "salvo exceções", realmente é digna de pena. Como alguém sai de casa só para frontar jogadoras, isso é torcer? Chamar atletas que estão fazendo seu trabalho dignamente de "burras", "jumentas"... tratar a Mari como um lixo com cantoriazinhas dignas de futebool... simplesmente lamentável.

O mais engraçado é que a desculpa deles é a de quê eles, diferente de outras torcidas, amam seu time. Isso justifica por acaso? A maioria deles é sentido pq o São Caetano é cheio de torcedores "passageiros". Novamente eu pergunto, e daí? Sorte das atletas que lá jogam terem esse privilégio.

Pra quê tanto ódio. Toda e qualquer jogadora que não joga em Osasco é odiada. Pasmem, as que jogaram lá mais ainda. A Lia foi chamada de "puta" para pior, Paula, se for para outra equipe, também será.

O mais engraçado de tudo é saber que esses mesmos torcedores choram horrores todo ano em Abril. Mais engraçado ainda é que todas as torcidas, pessoas que gostam de vôlei em geral, ajudaram para que a equipe não acabasse. Eu inclusive mandei emails, fiz reclamações. Tudo que fosse possível para ajudar um time tradicional a bem do vôlei nós fãs fizemos. E olha o que ganhamos em troca? A mesma arrogância e falta de educação de sempre. Esse episódio, do quase fim, deveria ter servido para rever conceitos, infelizmente só fez piorar.

Sinto pelas jogadoras, que não tenho nada contra, mas depois de presenciar o que fizeram com Mari, Fofão e companhia, eu quero que o Osasco e sua torcida vá pro raio que o parta.

Marcela.
Anônimo disse…
Falou tudo, Marcela. A torcida do Osasco é o resultado da arrogância somada com a falta de educação. E olha que eu nunca tive o desprazer de ver essa cambada de perto(mil perdões aquela meia dúzia de torcedores osasquences que são gente boa). Mas a má fama deles se espalha a cada dia por todos os cantos. Deprimente. Depois, ainda me vem uma figura achar que a Sheilla fez mal ao pedir aplausos no fim do jogo, tsc, tsc. Ela foi é muito educada depois de ter ouvido as baixarias que ouviu...e eles podem se rasgar e se remoer, porque a Mari não volta a jogar lá mesmo. Sim, porque toda essa raiva que eles sentem dela, é pura dor de cotovelo porque ela não voltou a jogar no time deles, isso é límpido como água.
Anônimo disse…
O que falta a muitos torcedores e, principalmente, a torcida do Osasco (os piores) é educação doméstica. Esse tipo de gentinha participando do Vôlei, sim gentinha, pois chamá-los de selvagens seria uma ofensa aos animais, só temos a lamentar.

Aliás, no quesito arrogância, torcida e time se completam.
Anônimo disse…
Uma coisa é pressionar o adversário no que diz respeito ao jogo, mas agora o que eu não entendo mesmo é o fato de ficarem ofendendo as atletas as chamando de burras, putas etc, e pior ainda é zombar da opção sexual delas, que diga-se de passagem é a mesma da maioria deles. Sim, pois 90% da torcida é formada por gays e lésbicas e eles ainda tem a coragem de ofender a sua própria classe. Vai entender? O Ser Humano é intrigante. Depois saem do ginásio e querem brigar por direitos e leis, reclamando quando nós heteros não aceitamos as suas opções.
Anônimo disse…
Pelo bem do Vôlei, também mandei inúmeros e-mails para CBV e toda a imprensa, assinei abaixo assinados, e o que temos? Os mesmos podres de sempre.
Anônimo disse…
Dentre vários cartazes lá, um em especial me chamou atenção. Dizia: "Mari, respeite a torcida para ser respeitada", ou coisa assim. Quando a Mari os desrespeitou? Pq tanto ódio? Sem falar do "chora Mari, "Mari amarela"...

Nesse jogo em especifico, não os vi gritar dizeres "sexuais", mas já presenciei em outros. Realmente é uma grande contradição, 90% dos homens que gostam de vôlei são gays, em proporções menores, as mulheres são lésbicas. Como ousam afrontá-las?

Isso em tempo que se discute o respeito a diversidade. O senado prestes a votar a PL 122... enfim, lamentável.
Anônimo disse…
A torcida do Osasco é a treva. Por sinal, quanta gente feia e mal eduacada.
Anônimo disse…
Eu não esperaria outra coisa, pois, que me perdoem a minoria, torcida paulista é selvageria pura.
Anônimo disse…
Quer gente mais arrogante do q os Marifãs!!! Eu adoro a Mari, mais não suporto a maioria dos fãs dela!

Chamar de burra, qual é o problema??? nenhum, se não nenhum treinador iria mais a campo!!! Me poupe, isso é frescurite de mulher!!! Se o volei tá crescendo é normal q isso aconteça, as pessoas querem o crescimento do volei, não querem?! Então aprendam a lidar com a fúria, brincadeiras da massa!!!
Quando estou em casa q alguma jogadora erra, xingo até umas horas...
são os nervos!!! E Burra é a 1º palavra q vem a mente!!! Porém jamais gritaria isso um estadio, mas tb não vejo problema!
As jogadoras ten q saber lidar com a pressão! Essa menina NÃO AGUENTARIAM METADE Q A SELEÇÃO MASCULINA AGUENTOU NA SERVIA, MEU DEUS!!!
Volei não é tênis!

Se a torcida do Sanca (q é a torcida da Mari e da Sheilla) não q ouvir gritos no proprio ginasio, q faça mais barulho, pq PQP como 50 pessoas fazem mais barulho q mais da metade do público.

A unica coisa q não gosto é quando envolve "xinagamentos"- colocando a opção sexual alheia de forma pejorativa, isso é no minimo ridicula, para não dizer crime-de ordem sexual, ou quando chamam as jogadoras de P... e outros similares, isso não dá!
Acho q quando fizer isso, quem deve pedir parar é o time da torcida, exatamente como po Bernardinho fez com relação a Paula Pequeno na final da superliga!!!
Anônimo disse…
Isso é torcida não culto evangelico! Que coisa, gritem tb! Torçam!!! Chamar de burra, qual é o problema?! Isso q dizer q acham a jogadora burra? Não. quer dizer q não gostam da Mari? Duvido. Esses trocedores torcem pela Mari na seleção, mas não no CLUBE, simples assim!!! Quanto patrulhamento, as jogadores devem saber q quando lidam com a torcida, lidam com a paixão e não com a razão, elas é q são profissionais devem saber separar as coisas...ginasio, jogoa valendo a final vai ser sempre assim!

Além do mais a musica q cantaram para a Mari foi bem criativa "vem da Italia para bancar no Brasil" (não fui mais ouvir dizer q era assim). O q tem de ofensivo aí??? Nd
Anônimo disse…
Outra é normal a torcida adversaria pegar no pé das craques e estrelas do elenco, no caso do Sanca Mari, Sheilla e Fofis, vai pegar no pé de quem??? Da Suellen? Da Dayse?? Da Ciça???

Elas devem saber lidar com isso, é o preço de ser estrela!

Quero ver lá em Minas, onde a torcida não alivia!!!
Anônimo disse…
Existe uma "sensível" diferença entre a torcida japonesa e a torcida brasileira, e é isso basicamente o q separa um País civilizado de uma País de Terceiro Mundo. Educação. Lamentável.
Anônimo disse…
^^^^^
Quem falou em torcida japonesa????

Se vc se refere ao jogo do Masculino, n a Liga Mundial, só para te informar q o jogo não foi no Japão, foi na casa dos adversarios, na Servia!!! Quer saber o que aconteceu??? Procura os videos no youtobe!!! Aquilo é q civilização!!!
Anônimo disse…
Para quem compartilha ou concorda com má educação, não tenho a menor dúvida de que qualquer comportamento selvagem em um estádio, em um ginásio etc, seja considerado normalíssimo.

Queria muito que todo brasileiro tivesse atitudes de protestos, de revoltas e de exigências por mudanças (como temos na hora de trocar o craque que não faz gol, que não faz ponto, que erra o passe, que vai para a boate, que está mais gordinho, que são considerados mercenários, que não correspondem ao investimento realizado, ou pura e simplesmente porque não vão com a cara) na hora das eleições, na hora de exigir o cumprimento das suas obrigações e programas de campanhas, sejam elas em Brasília ou no Bairro onde moram.

Mas tudo bem, só temos um pouquinho mais de 500 anos.

Estamos apenas engatinhando.
Anônimo disse…
EUA também só tem um pouquinho mais de 500 anos, e o comportamento da torcida é outro.
Anônimo disse…
500 é pouco? Eu citei irronicamente mesmo, viu? Fica tranquilo (a).
Guilherme disse…
Notícia boa:

"O lançamento da Superliga, ontem de manhã, em São Paulo, trouxe pelo menos duas boas notícias: a Bandeirantes vai transmitir 20 jogos em sinal aberto e a CBV vai bancar a maior parte das despesas de viagem dos clubes"

Fonte: Blog ataque e defesa
Anônimo disse…
Me poupem!
Se querem paz procurem uma igreja!

Não vejo nada em chamar atleta de burra, faz parte do calor do jogo.

Agora qdo partem para as opções pessoais de cada atleta, aí eu já não me sinto bem.

Nem a Mári se incomodou com os cartazes, agora vcs marifãxiitas vão se incomodar? Ah vão catar coquinho e idolatrar sua musa em outro canto!

A pior torcida não é a de Osasco, mto pelo contrário, são esses fãnaticos que torcem por uma atleta, que querem coloca-las num altar que nao existe!

afinal, foi a torcida de Osasco quem tacou ovo na Nikolle. Né?


Aham, Cláudia Senta lá


Nazaré Tedesco