GP in Rio

 
Os confrontos do Brasil no Grand Prix 2009:

Rio de Janeiro
Brasil x Porto rico
Brasil x Alemanha
Brasil x Estados Unidos

Macau
Brasil x Tailândia
Brasil x Polônia
Brasil x China
 
Coreia
Brasil x Japão
Brasil x Alemanha
Brasil x Coreia


Não tenho dúvidas que o Brasil passa por esta primeira rodada com certa tranquilidade. Tanto os EUA como a Alemanha estão com equipes bem jovens. A segunda etapa é que pode ser mais complicada, com a China no caminho.

****************************

O ano pós Olimpíadas é o tradicional ano das experiências e renovações. Vamos ter que nos adaptar a novas caras. O engraçado é que para a disputa da Copa Pan-Americana os EUA contavam com mais jogadoras experientes, como a Haneef e a Scott. Vai ver o desgaste de uma competição tão longa deixou-as em casa.
 
Aliás, o time dos EUA sem a Scott é muito estranho. Quando esta mulher vai se aposentar? É impressionante. Achei que depois de 2008 ela daria, pelo menos, um tempo da seleção. Mas pelo jeito não é o que vai acontecer, apesar de ela não estar no GP.
 
A Alemanha vai ter em seu elenco duas jogadoras que fizeram parte do time recentemente campeão mundial juvenil, a líbero Lenka Dürr e a atacante Sarah Petrausch. Esta última, aliás, foi um dos destaques da competição. Será que vamos poder vê-la em quadra?
 

Comentários

Anônimo disse…
Ae, finalmente as Campeas Olimpicas em ação com uma etapa do GP no Brasil. Só o horario é que não ajuda, né Dona Globo!!! Ae, quem for no Maracanazinho pega um autografo da Loira pra mim valeu!!
Anônimo disse…
Nossa o fã-clube da Mari deve ta indo a loucura.
Anônimo disse…
A Danielle Scott é uma lenda viva mesmo, criou raízes na SN americana, sempre foi excelente jogadora de meio mas q atacava de todas as posiçoes, nunca teve muita sorte nos time q jogou aqui no Brasil e nunca foi campeã, dizem q eh uma pessoa do bem, q gosta muito de ajudar as pessoas, mas por outro lado tem um gênio difícil.
Carolina disse…
Eu gosto da Scott, ela é boa atleta e parece ser gente boa também.
Eu continuo achando que nossa maior adversário nesse ciclo serão os EUA. Talvez Rússia dê trabalho também, não sei a China.
Massss, vamos com tudo aqui nessa etapa!!!! Vamos ser Octa!
Torcendo MUITO para a Dani. =)
LaCauda disse…
O meio receio com a China é que nós sempre nos complicamos com ela. Sei lá, espero me enganar.

Eu sou fã da Scott, só pelo que conheço dela como atleta. Não sei mt sobre ela, mas a vontade que ela tem de jogar pela seleção é exemplar.
Anônimo disse…
O Brasil, nesse jogo, mostrou o que vem mostrando, jogando "pro gasto". Espero que na hora H elas joguem de verdade e vençam. E tenho certeza qye isso acontecerá. Essas meninas pegaram o "time" certo das coisas. Jogam pra vencer os adversários mais fracos, dão show quando podem e vencem sempre no fim. Adoro!

Adorei a entrevista da Mari, sempre sincera, sem papas na língua. Só não gostei da parte do deixar a seleção após Londres. Ela só terá 29 anos, espero que repense essa decisão.
Anônimo disse…
EUA 0 x 3 Alemanha

Esse time americano é muito fraco,sem comentários, muito inexperientes as jogadoras, as duas únicas q eu vi potencial individual foram a Fawcet e a Harmmoto. O Brasil tem q por todas as reservas contra esse time.

Alemanha ta entrosada, joga com velocidade mas se complica na formação do bloqueio, o ataque é eh forte e eficiente. Mas com uma levantadora de 1.71m nem precisa dizer por onde Brasil deve atacar.

Brasil x PR.

1 Thaísa ta se escondendo na hora do bloqueio e da defesa, provavelmente pra proteger o nariz.

2 Dani errou levantamentos, ZRG deixa passar e nao poe a Tieme, q so entra no final cumprindo um ritual do Zé.

3- Erro de posicionamento da Fabi-líbero e Mari, confusao na recepção/defesa.

Se continuar sobrecarregando a Sheilla , ela vai chegar no final do GP sem braço!

As novatas reservas nao podem se dar o luxo d entrar e errar, tem q mostrar pq foram escolhidas na seleção campeã olímpica!

Parabéns p/ o Zé e pela vitória.