O Post que Não Queria Fazer

Às vezes passam dias sem ter qualquer assunto pra comentar. Esta semana resolveu ser "tudo ao mesmo tempo agora". A final da Superliga, a convocação da seleção feminina e o surpreendente fim da equipe do Finasa/Osasco.
Lendo os comentários e as informações que vocês trouxeram, não se pode negar o choque da notícia. O estrago que o fim de um time tão tradicional pode causar no vôlei feminino brasileiro não é pouco.
 
Se não vier outro patrocinador pesado para o esporte, 'adiós' meninas da seleção. E mais, se vier novo patrocínio, tem que ser imediato. Se demorar muito, o mercado europeu já sugou todas elas.
 
O ranqueamento da CBV, como falou o Tande hoje no Globo Esporte, também vai precisar ser mudado. O sistema de pontuação terá que ser alterado para que as demais equipes possam absorver todas as jogadoras.
***************************

Fico dividida em avaliar essa situação com a razão ou com emoção.
 
Com a razão, pode-se encarar o fim do Finasa quase que com normalidade. Já é rotina o vôlei brasileiro perder patrocínios. O Finasa é mais que patrocinador, é um investidor. Tem um projeto mais amplo do que formar um time. Mas funciona como qualquer empresa.
 
As justificativas dos dirigente, publicadas no blog do Bruno Voloch, são só desculpas. É claro que não foi erro de juíz e cota de ingresso que contribuíram com a extinção do Finasa. As reclamações contra a CBV podem ser justas, mas os dirigentes não entraram no cenário esportivo ontem. Se aceitaram fazer parte do "jogo" e suas regras, não adianta reclamar depois.
 
A questão que certamente pesou foi o dinheiro. Os times que o Finasa montou, principalmente este ano, exigiu muita grana pra nenhum retorno. A marca sequer é citada na televisão, por exemplo.

***************************
 
Com a emoção, posso dizer que é realmente triste que percamos uma equipe com uma imagem tão forte como o Finasa. Os clássicos que protagonizou, primeiro com o Minas e depois o Rexona. Os torcedores que de uma hora para outra ficam órfãos. No mínimo, é muito estranho tentar imaginar o cenário do vôlei feminino sem o Finasa.

***************************

Aí vem o sr. Ary Graça dar um declaração sobre a Superliga como se fôssemos cegos. É fato que os títulos das seleções e o repatriamento ajudaram a trazer mais público. Mas as equipes continuam com dificuldades de se manter e o campeonato não é tão interessante assim como o Ary pensa.
 
A CBV continua deitada na imagem de suas seleções e deixa de lado o seu campeonato. A cada ano as seleções acumulam títulos, jogadores voltam a atuar no Brasil e a SL perde patrocinadores e equipes a cada edição.
 
Vamos esperar o que o Ary Graça vai declarar amanhã...

Comentários

Anônimo disse…
Alo Logan,

A Dani Chevron acaba de me ligar, e estramos reabrindo o blogue.

Entre em contato comigo:

volleyball53@hotmail.com

Inté,
Mg
Anônimo disse…
Boas notícias ...

O Volta Redonda está montando 1 boa eqipe p a próxima SLM 2009/10, atletas vencedores, bem escolhidos, parece q a coisa vai de bem, prá melhor.

Aguardemos as boas novas agora do lado feminino.

Inté,
Mg
Anônimo disse…
Compartilho da tristeza. Foi uma perda enorme para o vôlei. Mas não deixa de ser engraçado os "torcedores fiéis" do Finasa querendo agora arranjar vagas na Blausiegel para as "sem emprego". Seria cômico se não fosse trágico.

A contestada, odiada, "tomabada"... Blausiegel, virou a solução para muitos.

Tantos julgamentos por parte destes mesmos torcedores porquue as pessoas torciam por Mari e Sheilla... Tiravam onda com os "torcedores temporários". E agora, vocês vão parar de assistir vôlei?

Cada um sabe onde seu calo aperta. Eu torço pela Mari onde ela estiver, porque eu sei que todos esses times estão sujeitos a um fim. Finasa, exemplo de investimento, é o mais duro exemplo disso.

No mais, espero que os times consigam absorver tantas jogadoras e a Superliga não seja prejudicada mais ainda. CBV + Globo= desastre total. E parece que teremos essa dobradinha por mais um ano.

Pedro.
cristiano disse…
"No mínimo, é muito estranho tentar imaginar o cenário do vôlei feminino sem o Finasa"

com certeza! eu to igual ao zé roberto..toda hora eu lembro e fico triste...eu imagino como ele e outros profissionais que por lá passaram estejam...

vamor ver o que a merda do ary vai falar sobre o sistema de pontuação...
to com medo da SL ficar pior ainda...

o cara que não gostou pq criticaram a sede das olimpiadas de 2016 ser aqui...qual o seu problema,cara? isso é fato.
ou você não sabe a situação do esporte olimpico no Brasil?
se o volei está assim,imagina os outros esportes...
Anônimo disse…
Cristiano.

Como diria o esquartejador, vamos por partes.

1 - O tal "cara", sou eu e tenho assinatura - Mg.

2 - nao, nao tenho problema algum, pelo contrário defendo ardorosamente a candidatura de nosso país.

3 - pega leve vai. Se vc ve o desaparecimento de 1 eqipe, como o fim dos tempos, entao corra prá debaixo de sua cama.
O Finasa, como qlqr eqipe c/ nome de patrocínio, tem "tempo de vida útil", ou seja, ao sabor do patrocinador o humor muda.

A empresa abriu os cofres, mas nao fez o dever de casa. Portanto, perdeu.

Disparar frases sem base de argumentos, é fácil mas e nao leva a lugar algum.

Se financeira se vai ... outras empresas entrarao.

Osasco já foi BCN (tmbm financeira), vc se lembra?

Macaé já teve volleyball, vc se lembra?

O Rexona já foi de Curitiba, ao menos essa vc sabia, nao?!

Volta Redonda está montando 1 muito boa eqipe, vc sabia?

A dinamica é essa, se uns se vao, outros entram no jogo.

C/ toda a certeza, as atletas nao vao ficar sem trabalho, os técnicos e assistentes, idem, etc.

A grande mancada veio sim da CVB q, ao assinar documentos c/ a maldita Der Göbbels.

Aqí é q o bicho deu prá pegar. O campeonato era prá ter jogos transmitidos de qlqr canto, onde houvesse eqipe.

Nao só Osasco, mas tmbm as eqipes masculinas entraram nessa canoa furadíssima.

O q aconteceu?

Deram o cano em técnicos, atletas, patrocinadores, prefeituras, órgao públicos, cominidades locais, empresários, etc ...

Poderiam ter vendido prá Bandeirantes ou a Record, elas respeitariam os horários, sem impor maluqices pois mexeriam pouco em suas grades de programacoes.

O q se viu foi q, por causa de "novelas, Xuxas, Faustoes" e o escambáu, tudo foi relegado a "entrevistas e flashes" ou, no ridículo de sempre, sábados pela manha.

Portanto, vire sua ira prá qem criou o problema de fato: seu Ari + Der Göbbels.

Qto ao Brasil e os outros esportes ... vc precisa ler mais sobre os benefícios q 1 Olimpíada traz aos países onde ela foi realizada, antes de por prá fora seu complexo de vira latas (expressao de Nelson Rodrigues, nao minha), prá explicar essa eterna neurose q nossa mídia tem em vender a imagem de q nosso país como é algo "inferior", ou de 2da classe.

Nosso futebol, bem como nosso volleyball nao seriam nada, absolutamente nada, se partissem dessa idéia idiota - empurrada por nossos "jornalistas", na verdade representantes do atraso.

Inté,
Mg
Anônimo disse…
Ainda ao Cristiano,

Amigo, o basqete, o judo, a natacao, o handebol, etc ... estao em processo de renovacao e se mexendo MUITO ...

Ah ... patrocinados por empresas estatais - e de maneira efetiva, como nunca aconteceu antes.

Essa idéia q consolidamos nos esportes de rendimento, está sendo aplaudida e copiada por MUITOS países da Zooropa, mas craro, isso nossa mídia podre e corrupta nao divulga.

A idéia a falar mal do Brasil, martelar q somos o lixo do planeta, q somos fracassados e tal.

Desligue a tv, rasgue nossos jornaloes, procure a web, onde os blogues mostram o q eles tentam escondem.

Isso mesmo, tentam e se estao se dando mal.

Inté,
Mg
cristiano disse…
representantes do atraso.ok
agora me explica se não é atraso realmente... nós temos ou teremos estrutura até lá?
me explica isso que eu me calo.sério.
e desculpe se o ofendi,MG
cristiano disse…
lembrando que eu não disse que somos lixo do planeta ou qualquer outra coisa do tipo.
ah,quero saber sobre a ginastica também...valeu
Anônimo disse…
geeente,foi o último jogo do osasco no sábado. isso é MUITO TRISTE.
Anônimo disse…
Pessoal, boa noite!

Notícia quente: No site do Planeta Vôlei há uma informação de que a Blausiegel está se transferindo para Barueri, e quem será o novo técnico? José Roberto Guimarães. Abraços, Paulino.
Anônimo disse…
Cristiano,

Nao, vc nao usou aqelas palavras, fui eu mesmo, durante o q descrevia.

Tmbm nao me ofendeu, fiqe tranquilo.
O drama está na enrascada q é ficar frustrado c/ as cag... da dupla tio Ari + Der Göbbels.

Isto sim, traz 1 misto de sentimentos negativos em todos nós, amantes do volleyball em geral.

Francamente, nao é a 1ra vez q isso se dá e, pelo jeito, temos q nos acostumar e arranjarmos métodos p/ arrancarmos nossos direitos junto á CBV.

Agora qto a pleitearmos Olimpíadas, vejo assim:

1 - só uso do cachimbo prá entortar a boca, conhece esse ditado?
Pois ele é a resposta aos nossos dramas sociais, políticos e esportivos.

2 - Coréia + Espanha + Austrália eram quase nada antes de receberem 1 Olimpíada, hoje sao petencias crescendo.

3 - Veja o exemplo do handebol. Depois de sair das sombras, hoje já participa de campeonatos mundiais, tem atletas nas melhores ligas da Zooropa e, prá coroar seu projeto Olímpico, trouxe o q de melhor se recomenda prá dirigir as SN, mas e fem.
Pro masc. trouxe 1 récnico espanhol.
Prá o fem. trouxe 1 técnico dinamrqes.

E acertaram em cheio.

5 - Sobre a Gin Artística, está em processo de renovacao, como a maioria dos esportes de alto rendimento. Aguarde q caras novas estao a caminho.

6 - Nossa maturidade esportiva virá, na medida em q estivermos comprometidos c/ o q de melhor tem no planeta.

Em todos os sentidos.

Qto aos desvios de verba e tal, tudo será aprendisado.
Aprenderemos a por ladrao letrado na cadeia - cedo ou tarde.

Juízes + advogados + promotores + procuradores + senadores + deputados + banqeiros ... s

Se é gente e cometeu ilícito ... cana.

Sem separar em melhor e pior.
Bandido é bandido.

Lembre-se, até 4 anos atrás, blogues eram nada no Brasil.
Agora nos comunicamos, nos expressamos e trocamos ideias.

Atraves de bloguies, os norte americanos elegeram Obama.

Podemos tmbm mudar a cara do Brasil, ajudando no combate aos corruptos e os bandidos do colarinho branco.

O esporte está inserido na histéoira e a sociologia o esclarece como 1 todo.

Vamos crer, é noss país.

Inté,
Mg
Anônimo disse…
participem www.vamosfinasa.blogspot.com
LaCauda disse…
Seria muito bom ter o confronto entre Zé e Bernardinho de novo na SL. Mas será que a Blausiegel tem grana pra bancar tantas 'estrelas'?
Anônimo disse…
Oi LaCauda,

Acho inevitável que algumas atletas se transfiram para o exterior. Já imaginava isso antes, com o fim do Finasa acredito ainda mais.

No Melhor do Vôlei postaram uma entrevista com um dirigente da Blausiegel dizendo que eles têm interesse em algumas atletas do Finasa, então, devem estar dispostos a investir. Por outro lado, a saída de Osasco irá "deflacionar" o salário das atletas, possibilitando que outros clubes também montem times competitivos. Isso - lógico - no meu ponto de vista.

E, por fim, como o próprio Rexona já declarou que haverá redução nos investimentos para a temporada 2009/2010, creio que as atletas "top" terão duas opções: ir embora ou aceitar um salário menor.

Um abraço, Paulino.
Anônimo disse…
Quase chorei com as declarações da Paula.
Mas aqui,vocês repararam né? todo o sensacionalismo da globo... agoram falam em vôlei...colocando culpa em crise e na pqp.
mas não dão toda a atenção merecida e nem deixam as outras...
Anônimo disse…
Grana a Blausiegel tem de sobra. Aliás, se tem um setor que a crise econômica parece não ter afetado muito é o farmacêutico, Blausiegel, Eurofarma, Cimed... só fizeram aumentar seus patrocínios. A única empresa que deu sinais de crise foi a Medley, e me parece que eles abandonaram o vôlei mais por um direcionamento maior pra Stoke Car do que propriamente pela crise.

A Blausiegel parece que quer fincar raízes no vôlei, as declarações da responsável pelo marketing é prova disso. E ninguém pode negar a visibilidade que as olímpicas deram a empresa. O quem tem de gente que adotou a "Preserv" não tá escrito.

Enfim, espero que eles continuem investindo forte. Mais do que nunca, o vôlei precisa desse investimento.

Alberto.
Anônimo disse…
Só pra nao esquecer !!

A briga q a Tv nao transmitiu:
Calderão da um soco na cara da Ramirez e a porrada pega entre as cubanas no Grand Prix de 2008:

http://www.youtube.com/watch?v=WmryC3hruPI