Um Post para Dois Jogos

 
Sobre Finasa 0 x 3 Rexona

O time do Rexona ontem me lembrou – guardada as devidas proporções - a seleção brasileira campeã olímpica. É um equipe sobrando em relação a qualquer outra, muito confiante e tranqüila. Tem aquele tipo de jogo que, para quem assiste, parece fluir facilmente.

E, como a seleção nas Olimpíadas, todo mundo já sabe que o título da Superliga é do Rexona. É só uma questão de cumprir o protocolo. Só um dia muito ruim, em que todo mundo acorde com o pé esquerdo para perder o campeonato. Se nem numa sexta-feira 13 foi possível uma derrota, não acredito que ela aconteça mais.

*****************************

Já no outro lado está o Finasa/Osasco com suas eternas inseguranças e irregularidades quando enfrenta o time carioca. Ontem foi mais uma prova disso. O treinador Luizomar, ao final do jogo, disse que a equipe de Osasco não está conseguindo lidar com a pressão de vencer o Rexona.

Então, eu imagino que nenhuma das jogadoras poderia fazer parte do elenco do Finasa. Se não sabe lidar com algo que é tão presente em equipes grandes, não deveria estar lá.

A Thaisa preferiu dizer que o time está afundando. Mais correta impossível.

*****************************

Costumo queimar o Luizomar nos meus posts, mas desta vez vou pegar mais leve. Apesar de achar que ele poderia ter sido mais ousado fazendo algumas mudanças antes do terceiro set (como retirar logo a Nathália do passe, p.ex.), não tem como negar que ele foi sempre correto nos seus tempos técnicos. Deu opções de ataque, tentou acalmar as jogadoras, enfim, fez tudo aquilo que estava a seu alcance no momento.

As jogadoras é que deixaram muito a desejar com erros excessivos de saques e quebrando qualquer estratégia planejada. Atuações especificamente ruins de Thaisa e Carol Albuquerque.

*****************************

Bergamo 1 x 3 Pesaro - golden set: vitória Bergamo
 
O Pesaro saiu cedo demais para suas pretensões nesta temporada. Vencer a Liga dos Campeões era o principal objetivo, mas havia “um Bergamo” no caminho. A série de vitórias consecutivas e número de sets vencidos/perdidos do Pesaro só serviu mesmo pra estatística.

Parabéns ao Bergamo por sua total eficiência: ganhou quando tinha que ganhar e jogou somente o suficiente pra vencer. Nem mais, nem menos, exatamente o necessário.

*****************************


Pê ésse: 
 
- Quem acompanhou o ponto-a-ponto no site da CEV viu que terminado o 4º set, quando, teoricamente, o jogo acabou em 3x1, a atualização parou. Esqueceram que havia o ‘golden set’ para decidir o classificado. Isto que dá, inventam a forma de desempate, mas não lembram de adaptar o sistema pra isso.

Comentários

Anônimo disse…
Eu me referi, no ultimo post,à questão do jogo único da final. Injusto demais.
Credo,a Carol foi péssima ontem,mas não dá pra culpar somente ela. O que tá faltando para o osasco é confiança,mas disso todos sabem. Eu,que não to nem aí,quero mais é que o Rexona seja campeão mesmo...É o time mais merecedor,com o técnico mais competente!
P.S.: só não gosto desses closes da Virna,como se só ela jogasse ( por parte da tv)
mas essa questão já foi discutida por aqui,então nada mais tenho a dizer.. hahaha
Go Rexonaaaa
La Cauda disse…
O jogo único da final além de ser injusto, desprestigia o campeonato.

haha Nossa, realmente "promoveram" a Virna ontem. E hoje tb. A matéria do jogo no Globo Esporte foi baseada nela.

E o Viva Vôlei? Forçaram a barra...
Edson disse…
Sobre o close da Virna, se tem uma coisa que a imprensa gosta é de promover despedidas, volta de ídolos, promover ao máximo atletas carismáticos... Eles jamais perderiam essa chance. Mesmo quem não gosta da Virna, sabe que ela é enturmada, carismática, isso pra imprensa basta. Achei bem digno o jogo dela. Apesar de ter rido muito ao saber da sua 'volta', já falei, ela merece em uma despedida em grande estilo.

Sobre o jogo, sinceramente, não tenho nada mais a dizer. O Rexona vai ganhar e merece ganhar. É uma vergonha para os torcedores do Finasa a maneira como esse time tá jogando. Antes ao menos ganhavam algum turno, perdiam de 3x2 3x1... agora toda final é 3x0 dentro de casa, vergonhoso. Juro que não sei o que acontece. Já achei que problema era o Luizomar, depois as jogadoras, depois a Paula... ainda hoje não sei qual o problema desse time.

Sobre a final em apenas um jogo, é decepcionante. Lembrando que esse sacrificio é feito para que a toda poderosa possa transmitir os jogos. Você espera toda Superliga pelas finais e ela ali em apenas um jogo. Aliás, odiei todo esse formato, esses mini-torneios não trazem emoção a mais nenhuma.
Anônimo disse…
verdade mesmo,esses mini torneios não servem para nada!!!
Anônimo disse…
Olá!
Estava navegando na Web e achei este vídeo da LIA http://esporte.uol.com.br/ultimas/multi/2009/03/16/04023070C8918326.jhtm