O Futuro da Superliga (numa visão pessimista)


Chegamos a 2009. Foi difícil abandonar 2008, já que foi um ano perfeito para o vôlei feminino brasileiro.
 

Normalmente, nesta época do ano estamos todos esperançosos e otimistas, mas eu estou indo no sentido contrário. Eu não vejo um bom ano de 2009 para o vôlei feminino. Não digo em conquistas da seleção brasileira ou coisas do gênero. O que me preocupa é o futuro da Superliga.

******************************

A Fabizinha comentou, semanas atrás, no programa Roda de Vôlei (Bandsports) como essa crise financeira mundial vai contra o movimento do vôlei feminino brasileiro. É óbvio que a crise não vai a favor de ninguém e de nenhum setor, mas no caso específico do vôlei brasileiro foi realmente um azar.
 

Com a vitória olímpica do Brasil e a volta de jogadoras importantes para o país, a expectativa seria de um maior investimento no vôlei feminino, mais empresas interessadas no esporte. Mas, com a crise, o que se vislumbra é exatamente o contrário.

******************************

O laboratório Medley, patrocinador de vários esportes, está com dificuldades em manter o apoio e ameaça sair do cenário esportivo. Tirando Finasa e Rexona, que possuem projetos mais sólidos, é difícil saber quantos dos atuais patrocinadores continuarão investindo no vôlei feminino na próxima temporada.

A gente já sabe das dificuldades de se conseguir o apoio das empresas. Com crise ou sem crise, esse sempre foi um ponto crítico para o vôlei brasileiro (principalmente o feminino). No momento, então, a última coisa que qualquer empresa deve estar pensando é investir em algum projeto esportivo. Ninguém quer arriscar.


 Se nesta temporada conseguimos que a Superliga feminina, finalmente, chegasse ao numero de 12 participantes, sabe-se lá quantos terão condições de estar na próxima. Infelizmente, o efeito pós-conquista olímpica teve duração muito curta.
 

Comentários

Anônimo disse…
Tb temo pelo futuro do voleibol feminino no país. Que má sorte nós demos! Logo na hora da coisa estourar, ela estoura...mas de outro jeito! Ó vida, ó dia, ó azar!
Anônimo disse…
Concordo plenamente com seu post... e fico mais chateado ainda, pois como moro numa cidadezinha do interior de SP, não tenho a oportunidade de ver os jogos da superliga feminina... que país é esse que quer se tornar uma potência olímpica se não investe na transmissão de esportes na tv aberta e somos obrigados a engolir programas televisivos imbecis? Ainda bem que existe o botão "desliga" no controle remoto. Abaços.
Anônimo disse…
Infelizmente eu concordo!
Que azar o nosso! =/
Anônimo disse…
Além de Osasco e rio de Janeiro, temos o Minas Tênis que tem uma base muito boa e está disputando sem patrocinador, temos tbm o Pinheiros, que tem uma base mto forte, que conta com promessas como Ariane Tolentino, Patricia Bianchi e etc., Pra mim se a crise continuar estas são as únicas equipes que continuam na próxima superliga, espero que não , mas é uma trsite verdade.
Anônimo disse…
La cauda , qual seu e-mail?
Feliz Ano Novo pra vc, q na minha modesta opinião é a melhor blogueira de volei do Brasil, pois o blog sempre está atualizado, e com mto bom humor.
Anônimo disse…
=/
espero que isso não aconteça,realmmente é muita falta de sorte nossa. agora que o vôlei deveria ser mais valorizado,incluindo mais patrocinadores,acontece isso.
por falar nisso,já to sentindo falta da superliga
hahahah
Anônimo disse…
O problema, Gabriel, do Minas e do Pinheiros é que eles não têm bala na agulha. Formam jogadoras, montam times razoáveis - e pára por aí. Não têm capacidade de contratar grandes nomes, fazer investimentos, movimentar o mercado de vôlei mesmo. São coadjuvantes eternos. Bons, mas coadjuvantes.
Laura disse…
Gabriel, obrigada pelo comentário!

Criei um e-mail do blog para que vc e todos que estiverem interessados em entrar em contato, mandar alguma material, etc.

papodevolei@gmail.com
Anônimo disse…
Valeu La Cauda...!
MAs qual o seu nome? prefere que te chame de LA Cauda mesmo?
Anônimo disse…
BOMBA!!!!!

A oposta Natália da equipe do Finasa Osasco não engordou depois das festas de fim de ano. Será verdade?
Fonte: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Volei/0,,MUL944026-15080,00-APOS+RECESSO+JOGADORAS+DO+OSASCO+PASSAM+POR+AVALIACAO+DE+GORDURA.html
Anônimo disse…
Fabricio

huaahuahhaha
Espero que a Carol também tenha se controlado!! hahahaah
Anônimo disse…
Bomba [2]

Gente não sei se já viram esta foto, mas a joyce está demais, ela está até com a boca aberta.
vejam neste site: http://www.vipcomm.com.br/upload/Joycevolei_GN_03122008009.jpg

Olhem esta outra: http://www.vipcomm.com.br/upload/joycevolei_fc_19110801.jpg

Nesta foto a elisangela tem que se proteger de sua mão pesada: http://www.vipcomm.com.br/upload/comemoravolei_fc_19110801.jpg

Eu tenho muita dó destas atletas, mas o que importa é que Joyce joga bem, imagine se fosse mais magrinha. Boa Tarde á todos
Anônimo disse…
Ué! Cade meu coment+ario? Fui censurado, mas porq?

Inté,
Murilo
Laura disse…
Murilo, eu não censuro ninguém. Deve ter dado algum erro. Deixe a sua opinião de novo. ;)
Anônimo disse…
Meu cyber colega Gabriel tá mesmo de olho nessas meninas. Até é bom isso, se eu precisar de dicas de nomes de pontenciais ... ele tá em cima do lance.

LaCauda, entao deve ter ocorrido erro técnico mesmo. Bola prá frente.

Inté,
Maurício